Tudo sobre o Fórum Futuro da Governança Fiscal

O debate será no Centro Científico e Cultural de Macau, em Lisboa.

A revisão do arcabouço fiscal do Brasil é o assunto da vez em Brasília. Ao comentar, recentemente, uma nova parceria de suporte técnico com o Fundo Monetário Internacional (FMI) para formular uma nova proposta fiscal, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, destacou também a importância da sustentabilidade política e da responsabilidade social.

Temas como Federalismo, Governança Digital e Políticas Fiscais serão abordados em nosso Fórum “Futuro da Governança Fiscal”, de 22 a 24 de fevereiro, em Lisboa, com importantes nomes do cenário mundial. Neste debate sobre uma administração pública para o século XXI, um dos palestrantes confirmados é justamente o diretor do Departamento de Finanças Públicas do FMI, Vítor Gaspar.

Confira a programação preliminar aqui

Outros nomes são: Bhajan Grewal, professor da Universidade de Victoria; Camila Vammalle, economista sênior e analista de políticas na OCDE; Désirée Christofzik, professora German University Administrative Sciences Speyer; Emilio Pineda, chefe da Divisão de Gestão Fiscal do BID; Juan Pablo Jimenez, pesquisador da AIFIL.

Na coordenação científica do fórum está a ex-diretora do FMI, Teresa Ter-Minassian, bem como o diretor da Seção de Policy Studies do Departamento de Economia da OCDE, Luiz de Mello, e o professor do IDP e do ISCSP e vice-presidente do FIBE, José Roberto Afonso.

As inscrições já estão abertas e são gratuitas. Acesse o formulário de inscrição